Nos últimos anos, a Holanda tornou-se, cada vez mais, um país de eleição dos portugueses. Em 2019, 2841 portugueses elegeram os Países Baixos para viver e trabalhar. 

Porque é que a Holanda é o país ideal para os Enfermeiros? 

1. A Holanda tem um dos melhores sistemas de saúde do mundo 

Enfermeiros e Auxiliares de Saúde são tratados com respeito pelos seus colegas e pacientes. O objetivo é comum a todos: prestar os melhores cuidados da melhor forma possível. Isto é apenas possível porque existe respeito mútuo e cooperação entre as equipas.  

Para os holandeses, a inovação é muito importante e, por isso, a Holanda trabalha com um sistema de saúde atual e modero, constituído por infraestruturas recentes munidas de equipamentos altamente avançados que permitem aos seus profissionais exercer as suas funções com dignidade.  

Paralelamente, o rácio de 10,9 enfermeiros por 1000 habitantes está muito acima da média de 8,5 da UE. Com cerca de 80% dos trabalhadores com contrato permanente, o setor de saúde holandês oferece empregos estáveis, seguros e a possibilidade de progressão na carreira aos Enfermeiros. 

Por todo o país existe uma ampla rede de instituições de saúde que asseguram o acesso aos cuidados primários e secundários de todos os habitantes. Por esta razão, a Holanda apresenta uma reduzida taxa de mortalidade evitável, sugerindo que as intervenções existentes são eficazes. Também a taxa de mortalidade por causas tratáveis encontra-se entre as mais baixas de EU.  

2. Condições laborais  

Trabalhar como Enfermeiro na Holanda significa trabalhar entre 32 a 36 horas semanais. Os holandeses escolhem trabalhar menos do que a média dos países da Europa, priorizando o tempo em família e o lazer. 75% das mulheres e 26% dos homens trabalham em part-time e é frequentemente comum que trabalhem um ou dois dias a partir de casa. 

O subsídio de férias é de, aproximadamente, 24 dias por ano; as despesas de deslocamento são, na maioria dos casos, pagas pelo empregador; e o sistema de reforma é um dos mais valiosos do mundo. De um modo geral, os vencimentos na Holanda são bastante competitivos (tendo por base a formação académica e a experiência profissional).  O pagamento das horas irregulares está regularizado e o subsídio de férias corresponde a 8,3% do salário anual base. Estas são algumas das condições que fazem da Holanda um ótimo país para viver e trabalhar! 

3. Progressão contínua na carreira 

Todos os Enfermeiros registados podem-se inscrever em diversas formações, de cariz teórico e prático, concebidas para melhorar as suas competências e prática clínica. Os Enfermeiros de nível 6 na European Qualifications Framwork (EQF 6) podem, ainda, se especializar numa das inúmeras áreas que a Holanda oferece como, por exemplo, Cuidados Intensivos, Pediatria ou Gerontologia. Também é possível enveredar por uma carreira cooperativa que permite aos Enfermeiros o acesso a cargos de chefia, política, educação ou recursos humanos dentro ou fora das suas instituições de saúde. Para este via, existem dois caminhos possíveis: um através de formações e cursos a part-time; outro através de um Mestrado universitário nas áreas de Gestão, Política, Saúde ou Ciências Sociais.  

Na Holanda, a progressão na carreira dos Enfermeiros existe, é continua e o investimento é assegurado, na grande maioria dos casos, pelas instituições de saúde. 

4. Equilíbrio entre a vida pessoal e a vida profissional 

A Holanda está na lista dos 10 melhores países para se viver devido ao equilíbrio existente entre a carreira laboral e o investimento familiar e pessoal. Como anteriormente mencionado, as condições laborais permitem que as famílias invistam nelas mesmas e que se dediquem a atividades prazerosas. Os holandeses não subestimam a importância do tempo livre e, por isso, os horários de trabalho são para se cumprir rigorosamente. É pouco comum vermos os profissionais a ficar no emprego para além da sua hora de saída!

5. Economia, proatividade e autonomia 

A Holanda é um pequeno país da Europa que, no entanto, contribui quase com 5% do PIB da EU. Torna-se, por isso, a sexta maior económica da EU-28. Apesar do poder de compra do país ser elevado, os holandeses são conhecidos por serem minimalistas e educarem as crianças para a consciência económica e a gestão financeira. Um dos exemplos deste princípio são os mercados de rua no Dia do Rei (Koningsdag) durante os quais as crianças e os jovens montam as suas bancas de venda de artigos em segunda mão às portas das suas casas e aprendem, desta forma, a importância e o valor do dinheiro.  

Os holandeses são conhecidos por serem proativos e autónomos e motivarem os mais novos a explorar as suas competências transversais desde muito cedo. Todos nós conhecemos a Holanda pelas suas bicicletas, mas talvez o que nem todos saibamos é que esta tradição é também o reflexo dos valores dos holandeses! Nos primeiros anos de vida, grande parte da aprendizagem das crianças é feita através da imitação do comportamento dos mais velhos por isso, desde logo, é importante dar o exemplo! Os holandeses utilizam a bicicleta como meio de transporte mais frequente e independentemente das condições atmosféricas, promovendo a autodescoberta e a autonomia das crianças até na próxima forma de aprender a utilizar este meio de transporte.  

6. Felicidade e esperança média de vida 

Talvez por tudo o que referimos e outros tantos princípios, a Holanda apresente um elevado índice de bem-estar. A esperança média de vida do país encontra-se entre as mais elevadas e o Relatório Mundial de Felicidade das Nações Unidas classifica a Holanda como o 70º país mais feliz do mundo. Também um estudo feito pela UNICEF, no qual participaram crianças e jovens de 41 países com idades compreendidas até aos 18 ano, revela um elevado nível de bemestar dos mesmos, sugerindo a Holanda como o melhor país para constituir família. 

Estás a considerar em começar a tua carreira na Holanda? Nós podemos ajudar-te! 

Faz o upload do teu CV aqui. 

Fontes: 

https://www.euro.who.int/__data/assets/pdf_file/0005/355991/Health-Profile-Netherlands-Eng.pdf  

https://www.unicef.nl/nieuws/2020-09-03-nederland-op-nummer-1-in-onderzoek-naar-welzijn-van-kinderen  

https://www.dn.pt/pais/ha-cada-vez-mais-portugueses-a-escolher-a-holanda-para-viver-12477900.html 

 

 

Translate »

Our site uses cookies. Cookies make the website more personal and user-friendly. Read more about cookies.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close